Punçao de testiculo/epididimo

Data: 
quarta-feira, 7 Março, 2012 - 18:43
Punçao de testiculo/epididimo

Recuperação dos espermatozóides diretamente dos testículos ou epidídimo

Em alguns casos, a qualidade dos espermatozóides é tão inadequada que é impossível realizarmos um tratamento através da coleta obtida pela ejaculação.

Assim, temos três alternativas para que consigamos sucesso no tratamento: PESA, TESA e microdissecção testicular. Através desses procedimentos, os espermatozóides são extraidos diretamente do testículo ou do epidídimo (região próxima do testículo) e, através de ICSI (injeção intra-citoplasmatica de espermatozóides), os óvulos são fertilizados. As principais técnicas são:

PESA (Aspiração microepididimal do esperma):

Aspira-se uma pequena quantidade de sêmen do epidídimo e os espermatozóides recuperados são utilizados para fertilização por ICSI. Esta é a tecnica mais comumente utilizada em homens que fizeram vasectomia.  

TESA (Biópsia do tecido testicular):

É uma técnica similar, na qual os espermatozóides são retirados por uma minúscula biópsia de tecido testicular. Depois, são recuperados e, a exemplo da técnica anterior, são utilizados para fertilização por ICSI.

MICRODISSECÇÃO:

É uma microcirurgia que possibilita a retirada dos espermatozóides diretamente dos ductos seminíferos, que é o local onde eles estão em maior concentração. Esta técnica é utilizada em homens que não eliminam espermatozóides pela ejaculação, mas fabricam em pequena quantidade. A vantagem quando comparada com outras técnicas é o fato de o urologista ir diretamente ao local onde existem espermatozoide com o uso do microscopio, evitando-se multiplas punções “às cegas”.

Parceiros

     

 

Dra. Daniella S. Castellotti

CRM-SP 76.932

R: Groenlândia, 538 - Jd. América
01434-000 - São Paulo - SP
Tel. (11) 3051.8442

Fale Conosco